domingo, 4 de agosto de 2013

" O PODER DE DEUS."


Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é e que era, e que há de vir, o Todo-poderoso.
Abrirei rios em lugares altos, e fontes em meio dos vales; tornarei o deserto em tanques de águas, e a terra seca em mananciais.
Plantarei NO DESERTO O CEDRO; A ÁRVORES DE SITA; E A MURTA; E A OLIVEIRA; CONJUNTAMENTE POREI NO ERMO A FAIA, O OLMEIRO E O ÁLAMO.
Para que todos vejam, e saibam, e considerem, e juntamente entendam que a mão do Senhor fez isto, e o Santo de Israel criou.
Deserto = um lugar de sequidão e escassez, e também uma região improdutiva, infrutífera e impossível de promover vida abundante.
Deserto no Aurélio = desabitado, despovoado, descampado, ermo, pouco frequentado, solitário.
Vocês observaram aonde o Poderoso Deus criou árvores?
CEDRO = quase 40 m de altura, símbolo da força e rigidez; era utilizado para construção de palácios, templos e casa do bosque.
Utilizado, também, para mastros de navios e outras peças que exigiam resistência.
SITA (madeira de cetim) ou acácia = resistente à putrefação.
Com a madeira de acácia que foram construídos os elementos mais sagrados para os israelitas.
- A Arca, mesas, tábuas para o tabernáculo, barras de madeira, columas e altares, tudo de cetim.
A Arca da Aliança peça mais importante para os israelitas, símbolo da presença de Deus entre eles, foi feita de acácia.
A MURTA = Hadass no hebraico.
Ramos de murta que os israelitas levavam à festa dos tabernáculos.
Grinaldas utilizadas pelas noivas, no Antigo Testamento.
Extraí-se um óleo aromático, muito empregado em perfumaria no oriente.
Utilizada, também, como ornamentação.
OLIVEIRA = Ainda hoje está presente no Brasão do Estado de Israel, que é composto por menorá ao centro, o candelabro judaico, com suas sete lâmpadas, guarnecido em ambos os lados por ramo de Oliveira.
Sua madeira era utilizada para construções.
A pomba que saía da arca de Noé voltou a esta trazendo no bico um ramo de Oliveira, que havia apanhado, quando às águas do dilúvio baixaram.
Símbolo da paz, abundância, bênçãos divinas, beleza e força.
Atingem cerca de 6 metros de altura, suas raízes podem chegar a 6 metros de profundidade.
Tem grande capacidade de renovação e extrema resistência.
Uma única árvore é capaz de produzir 75 litros de azeite por ano.
Atinge séculos de vida; existem exemplares na Europa com mais de 2000 anos, e na Palestina, mais de 25oo anos.
Utilizada na fabricação de móveis de qualidade, e adquirindo um elevado polimento.
O azeite produzido pela Oliveira tem múltiplas funções, produzido por prensagens, a saber:
1ª prensagem = óleo empregado no templo, utilizado na adoração.
2 ª prensagem = para alimentação.
3 ª prensagem = para iluminação.
4 ª prensagem = para purificação.
FAIA = Cipreste.
Pode atingir até 18 metros de altura; devido à natureza de suas folhas, pode resistir a um considerável período de seca.
A sua madeira é forte e duradoura.
Os portões de Constantinopla foram feitos com tal madeira e duraram mais de 1000 anos.
A Arca de Noé foi construída de cipreste.
O Piso do Templo de Jerusalém foi feito de cipreste.
Davi mandou fazer instrumentos musicais de cipreste.
Possui funções terapêuticas, exemplo: cura ferida na pele e detém hemorragias.
OLMEIRO = também conhecido como Olmo.
Utilizada na carpintaria.
Forte resistência e flexibilidade.
Dobra-se, enverga mais não quebra, mesmo enfrentando fortes ventos.
 O ÁLAMO = pode atingir até 18 metros de altura. Destaca-se devido a sua densa folhagem, produzindo excelente sombra.
O Álamo gosta do calor.
Vocês entenderam aonde Deus plantou tais poderosa árvores?  No deserto!
Plantarei no deserto o cedro, a árvore da sita, e a murta, e a oliveira; conjuntamente porei no ermo a faia, o olmeiro e o álamo.
Parte da construção desse blog foi extraída do livro “O Que Somos No Deserto, de Silas Malafaia.”
Uma contribuição do Catarina Paranaense.



.





-

Um comentário:

  1. INTERNET USADA PARA CONSTRUIR EDIFÍCIO CULTURAL

    ResponderExcluir